sábado, dezembro 28, 2002
Vcs acham que trabalhar na Mouse Gear eh como trabalhar em qualquer loja baranguinha no Brasil? Nada disso! Mouse Gear eh o que hah! Nao posso negar que eh tudo planejado pra facilitar a vida dos merchandise hosts -- de maneira que eles possam trabalhar mais e serem mais explorados!
Basicamente, existem 4 posicoes nas quais vc pode ficar:
1) register: ficar na maquina registradora. Vc sorri para o guest, pega as comprinhas dele, passa o scanner nos codigos de barras, diz quanto deu (vcs nao tem ideia como eh dificil raciocinar matematicamente em ingles), recebe o dinheiro, cartao de credito ou traveller check, dah o troco, embala as comprinhas, entrega com um sorriso, agradece e diz "have a good evening!" (isso porque eu sempre trabalho a noite. A registradora eh o que hah: eh um computador com touch-screen. E para embalar coisinhas frageis (como tem coisinha fragil na Mouse Gear, meu Deus!), existe uma maquinha que cospe um papel chamado Geommi, que funciona como plastico-bolha, mas eh mais facil de partir (um golpe bem aplicado com a ponta dos dedos eh suficiente) e modelar (faco pacotinhos lindos com ele).
O mais legal eh que nessa embalacao toda ainda nao quebrei nem estraguei nada. E olha que eu sou desajeitada... mas estou virando uma profissional!
Alem disso, quem estah na register oferece package pickup ou resort delivery: o guest pode mandar as comprar pro portao do parque ou para o proprio hotel, se ele estah ficando em um hotel da Disney. De vez em quando eu esqueco de oferecer, principalmente quando um guest compra um unico ima de geladeira ou um pin!
2) floorstocking: repor os produtos na loja. Esse eh o que hah. Adoro arrumar estantes, deixar tudo organizado e bonito. Quando a loja estah cheia de guests, atrapalha um pouco. Na verdade, cheguei a conclusao que o que atrapalha a vida de um cast member eh o guest!
3) greeter: sorrir e cumprimentar. ODEIO ser greeter. Ainda bem que sempre tem alguem que topa trocar comigo quando esse sai pra mim, porque na verdade ser greeter eh uma moleza. Mas esse negocio de rir muito nao eh comigo, todo mundo sabe.
4) runner: limpar a bancada que fica atras das registradoras (que sao 20, por sinal). Pegar os pacotes de package pickup e resort delivery e levar pra base; devolver pro lugar as coisas que os guests nao querem ou devolveram; recolher os cabides. Ateh hoje, nunca fui runner, o que me deixa triste, pq parece bem legal. Correr de um lado pra outro eh muito melhor que ficar de peh atras da resgistradora por 8 horas!
Galera, nao ter carro aqui na Florida eh uma eca mesmo. A cidade nao eh feita para pedestres! A unica vantagem eh que o transito realmente para quando vc atravessa a rua! Eu e o Marcel fizemos a experiencia varias vezes ontem, atravessando avenidas com o sinal de pedestre fechado, e saindo do outro lado sem nenhum arranhao. Pessoalmente, eu acho que eh tao dificil os motoristas verem uma pessoa a peh que eles param pra ficar olhando perplexos, como se nos fossemos um animal raro cruzando a estrada.
Mas o motivo da queixa da falta de carro foi ter que ter pego dois onibus pra chegar ao Belz Outlet. O lah em casa! Parece eu indo pra Federal nos velhos tempos sem carteira. Primeiro tive que pegar um dos onibus Dynamic (que faz o transporte dos condominios) ateh o Commons (o condominio da Disney onde ficam os europeus chiques). Ai cortei caminho ateh o outro ponto de onibus pelo mato: um terreno cheio de grama razoavelmente alta que fica entre o Commons e o Premium Outlet, lugar onde se pegam os onibus que vao pra International Drive. O problema eh que tinha chovido no dia anterior e a laminha estava basica. Meu valente tenis de couro preto Reebok aguentou bem o tranco (soh na volta eh que entrou agua pelos buraquinhos da parte de cima).
Paguei um dolar pra pegar um onibus meia-boca e ficar 40 minutos na estrada. O Belz nao eh tao longe assim, o problema eh que o coletivo para em 4 pontos antes de chegar lah, e espera 5 minutos em cada um deles.
O Belz eh imenso de grande. Nao eh um shopping, sao 4, e gigantescos. Fui em TODOS (passei o dia lah) e vi tudo o que tinha de bom (que era pouca coisa, gracas a Deus, ou eu ia falir). Sao legais: a Gap, a Guess e a Tommy Hillfiger. E uma loja de perfumes linda e barata que ainda promete descontos. No mais, nosso outlet pertinho (o Premium) eh muito melhor.
Hoje volto a labuta de novo. Day off eh fogo porque vc sai da "onda" do trabalho incessante. Que preguicinha voltar pro batente... E folga de novo soh na quinta-feira que vem. Sendo que a semana vai ser puxada, loja lotada, mil turistas... Hj me contaram que a Xuxa estah na Disney! E parece que ela vai no Epcot hoje. Nem achei graca: quero ver o Tom Cruise!
sexta-feira, dezembro 27, 2002
Meu Natal foi bom: o namorado americano de uma das roomates fez uma ceia tipicamente americana. Arroz, pure de batata, e um presunto com molho de abacaxi. Cheguei em casa 1 da manha, crente que nao ia ter comida (vide post anterior) e estava todo mundo sentadinho na mesa. Nao vou dizer que estavam me esperando (os pratos estavam definitivamente cheios), mas deu pra ceiar com a galera. Com direito a vinho e pao de alho de entrada!
Depois fui ao amigo oculto da casa da frente, no qual ganhei um simpatico snow globe. A festa continuou durante muito tempo, com brasileiros alegres que eu nunca tinha visto antes passando pelos corredores pra desejar Feliz Natal e pedir gelo (!!!).
Ontem trabalhei 10 horas! Aproveitei que eu estava fazendo overtime (hora-extra) e pedi pra chegar mais cedo pra ganhar mais. Hoje eu tambem queria ganhar uns trocados mas o povo da minha loja nao deixou, pq jah trabalhei 6 dias da semana lah. Se eu trabalhar o setimo, eles tem que me pagar em dobro... e isso eles agradecem mas nao querem. O que significa que finalmente estou tendo um day off! Mas a contragosto! Resting is for losers! Ganhar dinheiro eh o que hah!
Alem de nao ganhar, ainda vou gastar: vou no Belz (um supershopping de 4 anexos) aproveitar as promocoes de Natal. Gap, me aguarde!
terça-feira, dezembro 24, 2002
Dani e Isa: feliz Natal pra voces! Como voces devem ter percebido, os sites de e-mail nao estao funcionando, entao voces vao ter que se contentar com um post no blog.
Divirtam-se bastante na festa de hoje! A meia-noite, lembrem-se de olhar para o horizonte e dar um suspiro, dizendo: "nao eh a mesma coisa quando a Lud nao estah aqui...!" Entao, ataquem os presentes!
Andreia, Alexandre, Rubia, Patricia e Fabricio, passem um Natal maravilhoso e consolem o Leo que vai estar triste e saudoso (pelo menos eh o que eu espero!)...
Muitos beijos para todos,
Lud.
Recado pro Leo: meu amor, nao consigo mandar e-mail pra voce! Os sites de e-mail estao em pane! Entao ai vai:
Oi, meu amor!!! Super-mega-hiper-feliz Natal pra voce!!!
Quando eh que vc vai estar em casa? Quero te ligar!! vou trabalhar mas tento ligar do breakroom. Se eu nao conseguir, eh porque vai ter dezenas de brasileiros tentando fazer a mesma coisa! Mas se isso acontecer, quando eu chegar em casa (uma e pouco da manha, quatro e pouco pra voce) eu ligo!!
Milhoes de beijos natalinos,
Lud

FELIZ NATAL!!! FELIZ NATAL!!! Estou longe mas estarei pensando em voces! (Mentira: entre um guest enlouquecido e um floorstocking frenetico, nao vou ter tempo nem de respirar, quanto mais de ficar usando o cerebro.)
Hoje trabalho de 2 da tarde ateh meia-noite e meia. Vou torcer pro break cair perto das 9 da noite: ai poderei ligar a cobrar pra casa do breakroom.
Drama e emocao no Vista Way: a pessoa que tinha se comprometido a fazer a ceia teve um chilique e disse que nao vai mais ao supermercado comprar comida. Estamos tentando arrumar uma alternativa, mas todos os mercadinhos proximos ao condominio sao caros demais e todo mundo trabalha. Como eu comeco as 2, tentaram empurrar pro meu lado a tarefa de pegar o onibus e ir ao Goodings comprar frango (!!), mas dei uma de desentendida. Tenho mil coisas pra fazer, inclusive escrever no blog e mandar e-mails pro Leozinho, e ultimamente soh eu e a roomate Elisa vamos ao supermercado. Pra completar, eu nem gosto tanto de comida assim! Se tiver cookies e sorvete, fico felicissima!
Aproveito pra desejar tudo de bom para todos e muitas felicidades. Estou esperando os presentes chegarem pelo correio, viram?
segunda-feira, dezembro 23, 2002
Olah, pessoas! Infelizmente, a critica de LOTR vai ter que esperar um pouquinho! Estou trabalhando 10 horas por dia e ainda preciso dar conta de umas necessidades basicas, tipo comer e domir, com os acessorios que vem com elas, como ir ao supermercado e lavar roupa de casa. A vida da dona-de-casa/eh uma luta danada...
Na verdade, minhas responsabilidades domesticas sao minimas e eu estou me divertindo loucamente. Ainda sao poucos os brasileiros que aparecem na minha loja, e muitos aqueles que insistem que eu falo espanhol, mas dah pra bater uns papos bons com os turistas felizes. Papos que a Disney encoraja! Pq devemos fazer que os guests (convidados) se sintam em casa, bem-recebidos, bem-tratados... Os turistas do Reino Unido sao os mais legais de todos. Eles sao superfinos, educadesimos, e acham tudo "lovely!". E ainda me chamam de "my dear"! O dialogo funciona assim: "Hello!" "Hi!" "Are you having fun today?" "Oh yes!" "Would you like a bag?" "Yes, please!" "Would you like a box?" "Oh, a box? Perfect!" "Here it goes." "Lovely, my dear!"
Hah dois dias atras atendi um canadense que me perguntou se no Brasil a gente falava frances. Pelo menos foi um progresso do espanhol.
Hoje, amanha e depois trabalharei de 4 da tarde a meia-noite e meia. Com possibilidades de extensao, quer dizer, hora extra! Yes! Normalmente a loja fecha meia-noite e meia, mas aposto que no Natal a coisa vai ser diferente. Se eu nao fosse tanto ao Property Control e aos outlets, eu ficava rica! Mas jah deixei de calcular em reais, porque agora eu ganho em dolar. Ontem eu comprei uma mochila linda por 19,99! Se vcs pensarem que foram 19,99 reais, vao ver que foi uma barganha! Ela tem tres divisoes, muitos bolsos, compartimentos pra canetas e lapis, bolsinho pra celular destacavel, bolso interno pra CDplayer e saida pro fone de ouvido! Tudo bem que eu soh fui ver isso tudo quando cheguei em casa! Mas uma mochila eh indispensavel pra passear nos parques e levar agua, cookies, um blusa de frio (vc poderia entrar na minha loja e comprar um moletom por 40 dolares, mas eu dispenso!) e... meu uniforme! Vou passar a passear nos parques de manha e ir direto pro trabalho! Soh que nao posso passear de uniforme, eh claro. Tenho dois lockers no Epcot Center, mas o grande, no qual os uniformes cabem, fica a 7 minutos de caminhada acelerada da minha loja. E quando eu vou passear nos parques eu pego os onibus de guests, que vao de entrada a entrada.
Acabei de ganhar um pao-de-queijo quentinho! Nem estou acreditando! Um dos meus vizinhos comprou a massa num mercadinho brasileiro e fez pra levar pra uma festa no trabalho dele. E ele acaba de passar por aqui!
*** Pausa para saborear a iguaria mineira ***
Ontem e antes de ontem fiquei duas horas fazendo uma coisa otima no meu trabalho: pendurando roupas. A gente abre os pacotes fechados, escolhe os cabides que tem um anelzinho dizendo o tamanho, coloca a tag de seguranca e pendura. E dah pra fazer isso SENTADA! Eh a gloria! Sem falar que isso acontece no "backstage", entao tem musica normal, de gente, ao inves das porcarias melosas da Disney que ficam tocando 24 horas por dia na secao "Kids" da loja.
Hoje realizarei uma atividade nova e emocionante: floorstocking. Basicamente, eh o nome pomposo que se dah pra o ato de ver o que estah faltando na loja e buscar no estoque. Soh que, como a loja eh imensa, usa-se um scanner pra fazer as anotacoes, envia-se pro computador da "base", o povo do estoque faz um carrinho pra vc com as mercadorias, vc busca e poe no lugar. Quando estah tudo pronto, "floorstockers" ficam ajudando guests e fazendo "putbacks", que eh devolver para seus lugares os produtos que os malditos
guests tiram do lugar. Quer dizer, mais do mesmo...
Passarei meu Natal e meu Ano-Novo trabalhando, e sem ganhar um centavo a mais. Pra piorar, no Ano-Novo nao vou estar na minha loja, mas numa outra chamada Towers, que fica na entrada do Pavilhao das Nacoes (a parte do Epcot que tem reproducao dos paises). Quer dizer, nao vai ter ninguem que eu conheco, vou ter que usar um uniforme diferente (e igualmente ridiculo) e ainda vou passar vergonha porque os guests vao perguntar coisas da loja e eu nao vou saber responder. Basico.